segunda-feira, dezembro 26, 2005

kd 5º The Decemberists - Picaresque

Que impacto impressionante causado por este album maravilhoso! Desde seu início ao fim, não deixa em nenhum momento a desejar. "Piscaresque", de Decemberists, é certamente mais uma grande e agradável surpresa do ano de 2005. Com uma sonoridade épica o ouvite se vê transportado para outro lugar, com suas canções contando histórias peculiares, lindas e emocionantes.

"The Infanta" abre o album, mostrando, logo de início, grande intensidade na canção, característica que não irá desaparecer durante todo o restante do album. Cada música tem sua característica marcante, todas as canções são especiais no album. Vou destacar aqui apenas aquelas que deixam os ouvintes estupefados ao ouvi-las. "The Sporting Life", muitas vezes comparada com "The Stars Of Track & Field", de Belle & Sebastian, é empolgante, divertida e dançante, num ritmo meio diferente, novo, no qual é impossível não aproveitar a viagem da música. Após a mesma, começa a primeira das lindas e maravilhosas baladas, "Eli, The Barrow Boy". Uma balada triste, no violão, com uma harmonia que se destaca e com uma voz cortante, emocionante, principalmente quando chega-se no seu refrão. É seguida por "The Bagman's Gambit", também de uma qualidade muito boa. Apenas voz e violão bastante delicado no início, o refrão é surpreendido por uma pegada forte de toda a banda. A letra trata de como os governos são facilmente influenciáveis, troca de favores, em suma, todos estão à venda.

"From My Own True Love (Lost At Sea)" é certamente a mais linda canção de The Decemberists e é de partir o coração. Uma melodia de fazer chorar, Meloy com uma voz bastante intensa. Além de uma ótima canção, ela tem uma ótima e bela letra, amantes a distância, separados pela imensidão do mar: "Mr. Postman, do you have a letter for me? For my own true love, lost at sea". Mais uma das que empolga muito no album seja "Sixteen Military Wifes", com um piano acompanhando a música toda. Todo o restante do album agora segue com um nível alto mas sem nenhum grande destaque, exceto pela melhor canção já gravada pelos Decemberists.

"The Mariner's Revenge Song" é a melhor, mais empolgante, mais intensa, mais longa, mais extraordinária, mais épica canção do album. É capaz, certamente, de o transportar para um passado remoto, onde você está num návil de guerra antigo, com os ventos debatendo no seu rosto, e você ouvindo esta linda canção. "Piscaresque" é uma grande surpresa e igualmente um grande album em 2005.

Melhores: The Infanta, We Both Go Down Together, The Sporting Life, From My Own True Love (Lost At Sea), Sixteen Military Wifes, The Marine's Revenge Song

Nota: 9 de 10.

1 comentários:

pâmella disse...

eheuheuhe.. po.. do jeito que vc descreveu fiquei com vontade de ouvir ^^ esse daih eu nem sonhei em baixar.. ;D
ah! manda mp3s pelo msn (pra num perder o costume ehaueha)

tipo.. návil = navio? ehuehaheeh
viajasse visse?
;********