domingo, dezembro 06, 2009

De quando a saudade volta pra casa

http://4.bp.blogspot.com/_sJ-Tl24XmGo/SeOT1u7MrTI/AAAAAAAAAGY/fStcMOJ4nPY/s400/a+mulher+com+vestido+amarelo+na+cama++via+sine-qua-non.jpg


Quando a saudade
chega de viagem,
fatigada
e maltrada
pelo tempo,

toca a campainha
com a alma
e só tem, de fato,
um desejo

que esteja na cama
preparado

um banquete
de abraços e beijos


André Espínola

3 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Gostei do seu blogue e da sua poesia.
Muito bom, parabéns.
Abraço.

aluisio martins disse...

farto banquete de boas palavras.
belo sítio
abs

POESIA NA ALMA. disse...

BELA CONDIÇÃO POÉTICA DA SAUDADE!
O MELHOR É QUE SÓ OS BONS SENTEM SAUDADE... SENTIMENTO ÍMPAR... QUE A NATUREZA OFERTOU AOS MELHORES!
PARABÉNS PELO BLOG!