domingo, novembro 01, 2009

Licões da vida em Bananeiras III


Lição Três: Mantenha um diálogo constante com o sol e a lua em sua marcha diária. Tome cuidado com o Sol, pois não se conversa olhando-o nos olhos. Saiba então conhecê-lo pelo seu tom de voz. Normalmente o Sol no leste é muito mais traiçoeiro do que no Oeste, com uma má vontade comparável a de um trabalhador que levanta da cama por obrigação. Por conseguinte, nunca confie na Aurora, exceto quando coberta pelo orvalho, pois lhe dá a ilusão de ainda estar dormindo. Não há ressalvas quanto a Lua, pois se pode conversar com ela olhando-a nos olhos. Alheio a tudo isso, como se nada soubesse de suas idiossincrasias, saúde-os igualmente quando surgirem no leste e se despida quando mergulharem nas serras do oeste. Pergunte-os a hora sempre que quiser, pois eles não precisam de pilhas nem baterias para responder.

André Espínola

2 comentários:

Jessiely Soares disse...

Não há nada mais que "PERFEITO" a dizer.

Parabéns!

: *

Cris. disse...

muito bom mesmo, belo blog, belas idéias!