domingo, setembro 06, 2009

Murmúrios do Sertão

Foto: Felipe Ferreira


no sertão
em tempos de seca
só há murmúrio em coisas mortas.

os galhos cinzentos
suplicam ao vento
para derrubá-los

e o chão pedregoso
troca histórias antigas
com um fóssil
rochoso de boi,
e folhas sem vida.

só há silêncio onde
ainda coexiste o verde.

guardam energia ao não falar.

sabem que depois
falarão o bastante.

André Espínola

1 comentários:

Poeta Vagabundo disse...

Fantástico!

:D

Como tudo que você escreve.