quinta-feira, maio 11, 2006

kd Concurso

awee

eu resisti. tenho certeza que eu resisti com todas as minhas forças. mas chega um determinado momento que você não consegue mais. você tem que deixar ser levado pela maré, aproveitar a viagem. infelizmente assim é o mundo de hoje. quem não gostaria do um emprego público? quem não gostaria de ficar coçando o saco dia após dia? até algum tempo atrás eu não me colocava entre as pessoas que anseiam isso. mas tem que ser. ontem mesmo, meu primo, vários anos trabalhando numa concessionária de carros, soube que estava sendo demitido. assim, do nada.

pensando nisso, é assim que o mundo de hoje funciona. você pode dar o seu melhor em um trabalho, mas simplesmente você não sabe se vai continuar ali amanhã. por isso tem tanta gente correndo para os concursos públicos. depois de 10, 15 anos percebe que a vida tornou-se um tédio, sentindo-se imprestável, um lixo humano, salvo algumas poucas exceções, realmente poucas. trabalhei e trabalho ainda nisso, claro, como um simples estagiário, mas posso notar que isso acontece muito. chega a ser um cena deprimente. mas essas são as escolhas que nós devemos fazer. ou nos fodemos pela empresa privada, ou nos fodemos pela empresa pública. tanto faz, no final vamos estar fodidos mesmo.

tudo isso é por causa da porra da estabilidade do emprego. todo mundo busca isso. de fato, só vai encontrar no emprego público, e olhe lá. as pessoas não se preocupam, nem mesmo pensam, nas oportunidades que podem ter dentro da empresa. suas cabeças só conseguem pensar em conseguir passar no concurso e depois ficar mamando nas tetas do estado. onde nós vamos parar?

o que me motivou um pouco pra fazer um concurso foi que pode existir algumas empresas públicas diferentes uma das outras. empresas que levam as coisas a sério, como por exemplo os correios. realmente vale a pena passar num concurso para trabalho nos correios. uma empresa pública que investe na capacitação dos seus funcionários, através de treinamentos e outros tipos de merda. merdas que para alguns valem a pena, fazem a diferença, não vou dizer até mais do que a estabilidade (quem não quer a porra da estabilidade?) mas que vão ficar sempre com você, o seu aprendizado. essas coisas.

domingo. dia das mães. vou estar num colégio fazendo prova para o concurso do ministério público aeiuaheiuaehae passar eu sei que eu não vou. são poucas vagas e não estudei tanto assim. mas que seja! só quero saber como vou me sair para ver se vale a pena tentar outros concursos futuramente ou não. escolher se quero ser fodido pela empresa pública ou privada aehihieheihiuhae

flewww

2 comentários:

João Paulo disse...

é foda porra, é foda! mas acho que a estabilidade ainda é o mais importante... de quê adianta você ter um emprego estimulante, se de uma semana pra outra pode tar no olho da rua? obs: a rua tem olho?

cara estuda pra porra, se fode todo a vida toda, pra chegar no emprego e se fuder mais. e é justo na hora que a pessoa nao pode se fuder, pq se se fuder num tem comida pra se manter aeiaeiuhaeiuhea

e o vídeo lá é de música nova não, é de Gagging Order. Acoustic, nada eletrônico. Mas saiu video das nova, tão foda demais, all rock, muita coisa eletronic nao

Life Wasted disse...

porra, isso é foda mesmo... as pessoas se gostam, sao amigas, mas "negocios sao negocios", pq isso? as pessoas sao mesmas... qdo se trata de dinheiro, ngm tem a minima consideraçao por ngm

esse mundo formal é mto sux, mto sux pq cada um tem q criar uma imagem pra parece algo, paracer o padrao e as pessoas julgam tudo em vc, se vc nao corta o cabelo, nao deve prestar

eu nao acho que nenhuma empresa seja seria, é tudo igual, um tentando comer o cu do outro ehuauhe, nonsensest comment